23.10.08

blue

azul agora é a cor.
eu amo essa droga que eu tanto preciso.
vou manter o sentimento.
com as luzes vermelhas queimando.
nós estamos procurando as respostas nos passos.
assistindo o mundo fora da janela.
assistindo o mundo parir novas nuvens; logo será de manhã.
as perguntas continuam saindo.
os dedos formigam.
você estaria ali pra tudo?

assista essas pessoas caminhando sem rumo.
esse não é meu vício alimentado.
droga lenta da madrugada.
vem aqui em cima ver comigo, as ondas que são como papéis desfocados azul a fora.
queria conseguir dizer melhor, o quanto eu já te preciso.
eu lembro quando a gente se conheceu, aquele dia, eu sabia, que você seria meu novo azul.

sem inconstância.
eu queria saber dizer melhor...

Um comentário:

phpetry disse...

tu escreve mto bem amor
ainda mais a respeito...