31.8.10

married

agora de gritos, eu converso
e de pazes eu nem preciso.
tudo vira inverso
e se resolve num sorriso.
te encontro pela casa,
descabelada com seu vestido
quero você inteira,
menina nem acredito nisso.
vamos indo pelo certo,
e você corre com a comida.
eu apronto nossas malas
e bem vinda nova vida.

2 comentários:

vih disse...

a gente meio que para de escrever quando casa, neh?

Cássia Barreto disse...

Definitivamente você é poeta ... gosti haha